Dicas e notícias
O uso saudável das redes sociais

O uso saudável das redes sociais

05/06/2020

Você já ia dizer que não é possível dormir sem o celular de lado por causa do alarme, certo?

1. Desativar alertas sonoros

  • É um passo simples que pode reduzir a ansiedade e a vontade de checar toda hora as redes. Esta é foi a primeira dica de uma campanha no Reino Unido que convidou pessoas que quisessem ir além a passar 1 mês inteiro sem olhar as redes.
  • Também é possível desativar a notificação na tela, para não ver a mensagem piscar.
  • Retirar alertas e notificações, visuais e sonoras, é uma das dicas do médico Cristiano Nabuco, coordenador do Grupo Dependência em Tecnologia do Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo, para conseguir estabelecer padrões mais saudáveis de uso das redes sociais.
  • Isso barra a interrupção que essas notificações nos causam, desviando nossa atenção com barulhos. "Na hora de fazer uma pausa ou tomar um café, aí então deve-se olhar as redes sociais. Com isso, o usuário se sobrepõe, determinando os períodos em que é afetado pela informação e tomando o controle no acesso."

2. Monitorar o tempo de uso

  • Você poderá se surpreender ao se dar conta de quanto tempo gasta em cada rede.
  • Recentemente, o Facebook e o Instagram passaram a oferecer monitoramento do tempo de uso, informando ao usuário quando ele atingiu um certo limite de horas que ele mesmo determina.
  • Alguns Smartphones também fazem isso, relatando o tempo de uso do aparelho naquele dia e quais atividades (ou aplicativos) dominaram esse montante. “Isso faz uma fragmentação e as pessoas começam a perceber que, em certas condições, elas usam a tecnologia como se fosse um plano B, uma anestesia para algumas emoções”, afirma Nabuco.

3. Dormir sem o celular

  • Já é possível desativar notificações durante a noite ou quando se está dirigindo. Mas, se a vontade de dar uma olhadinha nas redes é inevitável enquanto você ainda não pegou no sono, melhor se separar do celular e deixá-lo em outro cômodo.
  • Você já ia dizer que não é possível dormir sem o celular de lado por causa do alarme, certo? Se ter o aparelho do lado da cama é uma tentação para você, melhor usar outro tipo de despertador.
  • O mesmo vale para quem usa o celular como relógio.

4. Selecione perfis e informações

  • Quanto mais gente você segue, mais tempo passará vendo as atualizações do seu feed. "Deixe grupos dos quais você nunca participa", exemplifica Paul Levy, autor de "Digital inferno".
  • “Boa parte do que recebemos no WhatsApp ou nas redes sociais é ruído: são piadas, fofocas, correntes. É preciso se questionar, após receber, se a informação recebida foi útil ou tem aplicação naquele momento”, afirma Nabuco.
  • Segundo ele, colocando em perspectiva é possível perceber que muito do conteúdo que recebemos está apenas roubando nossa atenção. “Essa interrupção de uma linha de raciocínio, alterando estados de reflexão mais profunda para as mais superficiais, causa estresse no cérebro, causando a perda da capacidade de aprofundamento com o passar do tempo”, diz.

5. Use o tempo livre

Para muita gente, as redes sociais são um entretenimento. Substitua o tempo em que ficará fora delas por outras atividades que sejam prazerosas também, como ler, encontrar amigos, retomar um "hobby" antigo, aprender um novo, etc.